Segunda-Feira, dia 18 de Dezembro de 2017
Últimas Notícias
Política
Brasil
Economia
Cidades
Internacional
Esporte
Judiciário
Polícia
 
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Agenda de Eventos
Canal do Internauta
Artigos
 
Envie sua Matéria
Fale Conosco
 

 

últimas notícias

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
Antonio Joaquim ingressa no PTB e assume presidência do partido
20/10/17 - 13:00 
Por: Janaiara Soares e Welington Sabino- Gazeta Digital

 

 De saída do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), o conselheiro Antonio Joaquim confirmou que vai se filiar ao PTB e assumir a presidência do partido em Mato Grosso. Com isso, já começa a viabilizar sua candidatura ao governo do Estado nas eleições do ano que vem.

 
Nesta quinta-feira (19), o TCE encaminhou ao Governo do Estado o processo de aposentadoria do conselheiro Antonio Joaquim, requerido ao TCE-MT no dia 12 de setembro. O documento foi protocolado no gabinete do governador Pedro Taques (PSDB), que deve assinar o ato de aposentadoria conjuntamente com o presidente do Tribunal de Contas e determinar a publicação no Diário Oficial do Estado.
 
Atualmente, quem está no comando do PTB no Estado é o advogado Alex Vieira Passo, embora o ex-prefeito de Cuiabá, Chico Galindo ainda seja o presidente licenciado da sigla. “Mas eu vou assumir a presidência”, revelou Antonio Joaquim.
 
Bençãos de Bezerra
 
Antes de decidir pelo PTB, Antonio Joaquim manteve conversa com algumas lideranças partidárias de outras siglas, entre elas o deputado estadual Carlos Bezerra, presidente estadual do PMDB, que tinha interesse em ter Antônio Joaquim como filiado e sinalizava a possibilidade de o conselheiro ser o candidato ao governo.
 
De todo modo, a ida de Joaquim para a sigla petebista teve o apoio de Bezerra. “Se não fosse, se eu brigasse com ele eu estaria estreitando meu espaço numa possível candidatura de governador. Sentamos juntos e conversamos bastante e consensualmente ele aceitou eu ir para o PTB”, pontua Joaquim.
 
Situação jurídica não atrapalha
 
Afastado do TCE por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) desde 14 de setembro deste ano, Antonio Joaquim já havia anunciado sua aposentadoria para se dedicar às eleições. Mesmo citado na delação premiada do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) como um dos membros da Corte de Contas que receberam milhões em propina, o conselheiro mantém a decisão de disputar a cadeira do Palácio Paiaguás em 2018.
 
Juntamente com outros 4 conselheiros, todos afastados das funções pelo ministro Luiz Fux, Joaquim é acusado de ter recebido R$ 53 milhões em propina paga por Silval Barbosa para autorizar a continuidade de obras de infraestrutura com irregularidades e para aprovar as contas do ex-governador relativas ao ano de 2014. Ele nega as acusações e afirma que existe nenhuma prova contra ele.
 
Outras matérias
13/12/17 15:56 'Não quero ser candidato se for culpado', diz Lula
13/12/17 15:52 Após reclamação, prefeito apresenta substitutivo da LOA
13/12/17 15:42 Naco investiga Mauro Savi por suposta corrupção no Detran
13/12/17 15:36 Congresso proíbe autofinanciamento de campanha
13/12/17 14:23 Ararath ainda tem 45 inquéritos em andamento
13/12/17 13:00 Riva depõe após Eder afirmar que ele teve participação nas cartas de crédito
12/12/17 21:13 Vereadores de Cuiabá concedem 13º salário para si mesmos
12/12/17 20:23 Deputados aprovam orçamento de R$ 20,3 bilhões para o Estado
12/12/17 19:06 TCE dá 15 dias para Emanuel explicar falta de pagamento à empresa
12/12/17 17:00 Comissão no Senado aprova liberação de quase R$ 500 mi do FEX para MT
12/12/17 15:15 Recriação da SEC 300 é aprovada na Câmara
12/12/17 12:00 Vereador quer cancelar interrogatório de prefeito na CPI do Paletó
11/12/17 18:14 Ex-gestores da Câmara são condenados a devolver valores pago a mais a servidores
11/12/17 17:36 Ação que apurava difamação e ameaça contra juíza é extinta
11/12/17 17:21 Ex-presidente do Detran e empresa terão que devolver R$ 109 mil
11/12/17 13:29 STF deixa Siqueira 'ficar' com a esposa delegada
11/12/17 12:56 Eder Moraes diz que falta gestão e competência ao governo Taques
11/12/17 11:00 Emanuel pede que Fux reconsidere decisão
11/12/17 10:54 Taques confirma pagamento de salários nesta segunda-feira
11/12/17 10:00 Mauro Mendes admite disputar eleições ao governo
Cadastre seu e-mail:
BR Informe é um portal independente de notícias.
Expediente | Seja um Colaborador | Fale Conosco