Domingo, dia 22 de Julho de 2018
Últimas Notícias
Política
Brasil
Economia
Cidades
Internacional
Esporte
Judiciário
Polícia
 
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Agenda de Eventos
Canal do Internauta
Artigos
 
Envie sua Matéria
Fale Conosco
 

 

últimas notícias

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
Luiz Soares denuncia juiz que o prendeu ao CNJ e Corregedoria do TJ
20/10/17 - 16:45 
Por: Celly Silva- Gazeta Digital

 O secretário de Estado de Saúde Luiz Soares impetrou uma reclamação disciplinar contra o juiz Fernando Kendi Ishikawa, da Vara Cível e Criminal de Nova Canaã do Norte (699 Km ao Norte de Cuiabá), que decretou a prisão em flagrante dele no dia 22 de setembro por ter descumprido uma liminar que determinava o Estado a garantir tratamento de uma criança vítima de crises convulsivas, com o fornecimento de medicamento à base de canabidiol, substância extraída da maconha.

 
Na ocasião, após passar algumas horas detido na carceragem do Fórum de Cuiabá, o secretário de Saúde contou com decisão do desembargador Paulo da Cunha, que considerou a prisão ilegal e o liberou.
 
Depois de solto, Luiz Soares e o procurador-geral do Estado, Rogério Gallo, disseram que iriam tomar medidas judiciais cabíveis contra o magistrado, por ter causado constrangimento ilegal ao secretário. Soares chegou a dizer que poderia pedir reparação por danos morais, mas que só não faria isso porque sabia que a indenização não sairia do bolso do juiz, mas sim do Estado.
 
A reclamação disciplinar foi protocolada junto à Corregedoria-Geral da Justiça de Mato Grosso no dia 2 de outubro e no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no dia 3 de outubro, por meio do procurador do Estado Caio Valença de Souza.
 
O teor da reclamação não foi divulgado, mas, no dia em que foi preso, Luiz Soares afirmou que estava muito triste pela decisão do juiz de Nova Canaã do Norte, que na opinião dele estava “eivada de ilegalidade, falta de motivos” e que o deixou muito constrangido por ter ficado horas na sala da carceragem por não ter fornecido a medicação que, segundo ele, não consta no rol de produtos liberados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Á época, indignado, o secretário chegou a reclamar que estava sendo confundido com “fornecedor de maconha”.
 
Outras matérias
20/02/18 10:20 Blairo Maggi deve recuar de disputa no Senado e deixar a política
20/02/18 09:50 Savi e Botelho são apontados como líderes de organização criminosa por delator
20/02/18 09:00 Ciro Gomes diz que não buscará apoio de Lula para eleição
20/02/18 08:20 Defesa questiona STF sobre data para julgamento de recurso de Lula
19/02/18 20:18 Taques diz que Botelho é amigo e merece defesa após operação Bereré
19/02/18 14:39 Gilmar cobra lei de abuso de autoridade sobre vazamento de investigação
19/02/18 12:19 Parlamentares vão ao STF para impedir suspensão de intervenção no RJ
19/02/18 11:23 Justiça Federal nega 47 pedidos de Cunha de uma só vez
19/02/18 09:39 Gaeco deflagra operação contra fraudes no Detran; deputados são alvos
15/02/18 11:00 Valtenir e Medeiros disputam coordenação da bancada federal de MT
15/02/18 10:15 Moro nega pedido de Lula para suspender perícia de sistema da Odebrecht
15/02/18 08:08 Possível candidatura de Temer à reeleição atrapalha planos de Meirelles
14/02/18 16:00 Ministro do STF prorroga prazo de inquérito contra Blairo Maggi
14/02/18 15:30 Valtenir prepara ação de cobrança contra dissidentes do PSB
13/02/18 11:30 Empresa de telefonia é condenada em R$ 8 mil por quebrar sigilo de cliente
13/02/18 11:00 Emanuel Pinheiro negocia para levar 'Cuiabá 300 anos' para Sapucaí
13/02/18 10:00 Justiça pede intervenção federal em MT
12/02/18 17:00 Mauro Mendes diz que decidirá até maio se será candidato ao governo
12/02/18 16:28 TCE manda e prefeito revoga licitação de R$ 5 milhões para contratar estagiários
12/02/18 11:59 Juíza condena Prefeitura a manter farmácias das policlínicas abertas
Cadastre seu e-mail:
BR Informe é um portal independente de notícias.
Expediente | Seja um Colaborador | Fale Conosco