Quarta-Feira, dia 17 de Janeiro de 2018
Últimas Notícias
Política
Brasil
Economia
Cidades
Internacional
Esporte
Judiciário
Polícia
 
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Agenda de Eventos
Canal do Internauta
Artigos
 
Envie sua Matéria
Fale Conosco
 

 

últimas notícias

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
MPE denuncia casal e 2 pistoleiros por morte do prefeito de Colniza
29/12/17 - 14:12 
Por: Celly Silva- Gazeta Digital

 

 A Promotoria de Justiça de Colniza apresentou no último dia 27 denúncia contra o casal Antônio Pereira Rodrigues Neto e Yana Fois Coelho Alvarenga, Zenilton Xavier de Almeida e Welison Brito Silva pela morte do prefeito Esvandir Antônio Mendes, ocorrida no último dia 15. Assinam a denúncia os promotores de justiça Leandro Túrmina e Willian Oguido Ogama.

 
Consta na denúncia que anterior ao dia do assassinato do prefeito, Yana e Antônio pactuaram o crime e se associaram a Zenilton, Welison e o adolescente J.V.O.P., que utilizaram um rifle calibre 22 e um revólver calibre 38 da marca Taurus para matar Esvandir. Por sorte, saíram vivos da emboscada as vítimas Admilson Ferreira dos Santos, ex-secretário municipal; Walison Jones Machado e a primeira-dama Rosemeire Costa.
 
Além do crime de homicídio, a denúncia também aponta os crimes de corrupção de menor, entrega de veículo automotor à pessoa não habilitada e receptação de arma de fogo roubada. O Ministério Público Estadual (MPE) também pede à Justiça que condene os acusados à reparação de danos morais e materiais à família do prefeito e à Prefeitura de Colniza.
 
Relembre o caso
 
No início da noite do dia 15 de dezembro, na rodovia BR-174, próximo ao perímetro urbano de Colniza, os denunciados Antônio, Zenilton e Welison efetuaram disparos de arma de fogo em direção à caminhonete Hillux SW4, que era ocupada pelas vítimas e que tinha o prefeito Esvandir ao volante. Além da morte do gestor, as demais vítimas ficaram feridas, tendo Admilson inclusive ficado internado.
 
Consta na denúncia que Zenilton e Welison participaram do crime em troca de recompensa de R$ 5 mil para cada um, quantia que seria paga por Yana Fois e Antônio Pereira, que teriam agido mediante razões pessoais e políticas. Os promotores ainda atribuem a Yana a responsabilidade por dar cobertura aos atiradores. Segundo a denúncia, ela teria mandado o adolescente J.V.O.P. fosse buscar os executores com uma Hyundai HB20 branca, que já estava à disposição para este fim.  
 
Outras matérias
08/01/18 10:10 Emanuel Pinheiro é cobrado pelo PMDB a discutir as eleições deste ano
08/01/18 08:49 'Quero ser reeleito', diz Wilson Santos ao negar articulação para o TCE
07/01/18 12:00 Prefeito decide aguardar licitação do VLT, mas ainda fala em plantar palmeiras
06/01/18 12:00 18 prisões preventivas contra João Arcanjo impedem regime semiaberto
06/01/18 11:00 Acusações complicam a recandidatura do governador de MT
06/01/18 13:12 PP quer chapa pura para deputados estaduais em MT
06/01/18 10:49 Defensores públicos vão ao STF cobrar duodécimos atrasados do Estado
06/01/18 10:13 AMM pede investigação sobre uso de recursos do Fundeb
05/01/18 15:24 Russi diz que demais Poderes ficam com quase 25% do FEX
02/01/18 09:15 Percival nega ter convidado Taques para se filiar ao PPS
02/01/18 08:00 Presidente da Câmara de Cuiabá descarta crise financeira
02/01/18 07:00 Presidente da AMM acredita em recuperação
02/01/18 06:00 Doria cancela evento de inauguração de viaduto com nome de Dona Marisa
31/12/17 16:28 TSE terá composição mais 'linha-dura' durante a eleição
31/12/17 15:12 PSDB cobra mais espaço no governo de Taques
31/12/17 14:54 Camargo Corrêa devolverá R$ 80 milhões ao Estado
31/12/17 TJ rejeita pedido de R$ 12 milhões a hospitais
29/12/17 17:12 AMM critica não liberação do Auxílio Financeiro aos Municípios
29/12/17 11:23 Governo usa dinheiro do FEX para pagar fundos e fechar ano dentro da LRF
29/12/17 11:00 Ministro do STJ revoga prisão de cabo Gerson Corrêa
Cadastre seu e-mail:
BR Informe é um portal independente de notícias.
Expediente | Seja um Colaborador | Fale Conosco