Quarta-Feira, dia 17 de Janeiro de 2018
Últimas Notícias
Política
Brasil
Economia
Cidades
Internacional
Esporte
Judiciário
Polícia
 
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Agenda de Eventos
Canal do Internauta
Artigos
 
Envie sua Matéria
Fale Conosco
 

 

últimas notícias

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
Doria cancela evento de inauguração de viaduto com nome de Dona Marisa
02/01/18 - 06:00 
Por: Redação

 
O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), cancelou o evento de inauguração do viaduto que será batizado com o nome da ex-primeira-dama Marisa Letícia, na zona sul da capital paulista. A Prefeitura ainda classificou a homenagem à mulher do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva como "injusta".
 
O projeto que dá ao viaduto do M’Boi Mirim o nome de Dona Marisa Letícia foi sancionado na última sexta-feira, 29, pelo prefeito em exercício de São Paulo, Milton Leite (DEM), depois de ter sido aprovado pela Câmara de Vereadores. A previsão era que a obra fosse inaugurada na próxima quarta-feira, 3.
 
Em nota, a prefeitura afirma que, "por determinação do prefeito João Doria", cancelou o evento de inauguração do viaduto, mas que a via será aberta ao trânsito no dia previsto.
 
A nota afirma ainda que "a escolha do nome do viaduto é prerrogativa da Câmara Municipal e fruto de um acordo entre a maioria dos vereadores - e apenas por isso respeitado pela administração municipal, apesar da discordância do prefeito em relação à injusta homenagem prestada a alguém envolvido no maior escândalo de corrupção já registrado no país e que nunca morou na cidade nem jamais lhe trouxe qualquer benefício."
 
O prefeito João Doria (PSDB) e o vice-prefeito Bruno Covas (PSDB) estão em viagem.
 
A ex-primeira dama Marisa Letícia Lula da Silva morreu no dia 3 de fevereiro do ano passado, devido a complicações de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). No mesmo mês o PL 81/2017, de autoria do vereador Reis (PT), foi proposto pela bancada do PT e contou com o apoio de Arselino Tatto, Eduardo Suplicy, Antonio Donato, Senival Moura, Alfredinho, Juliana Cardoso, Alessandro Guedes e Jair Tatto. Com informações do Estadão Conteúdo.
 
 
Outras matérias
08/01/18 10:10 Emanuel Pinheiro é cobrado pelo PMDB a discutir as eleições deste ano
08/01/18 08:49 'Quero ser reeleito', diz Wilson Santos ao negar articulação para o TCE
07/01/18 12:00 Prefeito decide aguardar licitação do VLT, mas ainda fala em plantar palmeiras
06/01/18 12:00 18 prisões preventivas contra João Arcanjo impedem regime semiaberto
06/01/18 11:00 Acusações complicam a recandidatura do governador de MT
06/01/18 13:12 PP quer chapa pura para deputados estaduais em MT
06/01/18 10:49 Defensores públicos vão ao STF cobrar duodécimos atrasados do Estado
06/01/18 10:13 AMM pede investigação sobre uso de recursos do Fundeb
05/01/18 15:24 Russi diz que demais Poderes ficam com quase 25% do FEX
02/01/18 09:15 Percival nega ter convidado Taques para se filiar ao PPS
02/01/18 08:00 Presidente da Câmara de Cuiabá descarta crise financeira
02/01/18 07:00 Presidente da AMM acredita em recuperação
31/12/17 16:28 TSE terá composição mais 'linha-dura' durante a eleição
31/12/17 15:12 PSDB cobra mais espaço no governo de Taques
31/12/17 14:54 Camargo Corrêa devolverá R$ 80 milhões ao Estado
31/12/17 TJ rejeita pedido de R$ 12 milhões a hospitais
29/12/17 17:12 AMM critica não liberação do Auxílio Financeiro aos Municípios
29/12/17 11:23 Governo usa dinheiro do FEX para pagar fundos e fechar ano dentro da LRF
29/12/17 14:12 MPE denuncia casal e 2 pistoleiros por morte do prefeito de Colniza
29/12/17 11:00 Ministro do STJ revoga prisão de cabo Gerson Corrêa
Cadastre seu e-mail:
BR Informe é um portal independente de notícias.
Expediente | Seja um Colaborador | Fale Conosco