Terça-Feira, dia 23 de Outubro de 2018
Últimas Notícias
Política
Brasil
Economia
Cidades
Internacional
Esporte
Judiciário
Polícia
 
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Agenda de Eventos
Canal do Internauta
Artigos
 
Envie sua Matéria
Fale Conosco
 

 

política

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
Crise entre os poderes preocupa deputados
01/10/17 - 11:00 
Por: Janaiara Soares- Gazeta Digital

 

 Os deputados estaduais demonstraram preocupação quanto à crise institucional entre o Executivo e o Judiciário em Mato Grosso. O imbróglio se deu com o início das investigações sobre o esquema de escutas ilegais no Estado, que ficou conhecido como ‘grampolândia pantaneira’, após isso o governador vem sofrendo baixas em seu secretariado por decisões judiciais, o que deixou o clima tenso entre as instituições.

 
“Vejo com muita preocupação toda essa situação, estamos vivendo só apagando crise. Eu acho que precisamos fazer uma reflexão conjunta com os poderes e instituições para discutir bem e ver como vai concluir esse mandato. Mato Grosso não pode ficar a mercê de decisões judiciais e delações”, disse o primeiro secretário da Assembleia Legislativa, Guilherme Maluf (PSDB).
 
Até o momento, 6 secretários do governo já foram alvos de alguma ação judicial. Na quarta-feira (27) a Polícia Civil prendeu 2 secretários e 2 ex-secretários de Pedro Taques por determinação do desembargador Orlando de Almeida Perri por causa da “grampolândia”. Eles são acusados de obstrução à Justiça e tentavam gravar o desembargador Orlando Perri a fim de usar qualquer frase sua fora de contexto para montar uma farsa e pedir seu afastamento das investigações em andamento através de 6 inquéritos policiais autorizados pelo desembargador.
 
Na semana passada, o secretário estadual de Saúde Luiz Soares foi preso por descumprir uma liminar que obrigava o Estado a custear tratamento para uma criança e fornecer o medicamento canabidiol (à base de maconha) e na quinta-feira (28) o secretário de Comunicação, Kleber Lima, foi afastado do cargo também por decisão judicial proferida numa ação por improbidade sob acusação de assédio contra servidores do Gabinete de Comunicação (Gcom).
 
O deputado Silvano Amaral (PSDB) afirmou que a situação atrapalha a governabilidade. “Ninguém está acima da lei, é um processo democrático legal. Só é lamentável que ele tenha atacado a justiça. Existem denúncias graves sobre os grampos, é uma ditadura, onde você usa o próprio governo em favor de si. Atrapalha a governabilidade, porque são secretários que foram tirados”.
 
Romoaldo Junior (PMDB) disse que a situação prejudica ainda mais a situação financeira do Estado. “Está na hora de os Poderes se entenderem, isso é muito ruim para o Estado. Quem errou tem que pagar, mas isso atrapalha a governabilidade, o desenvolvimento, a segurança a população não quer ver isso. Se eu fosse um investidor eu ficaria muito inseguro de investir aqui”, disse o parlamentar.
 
Outras matérias
20/02/18 10:20 Blairo Maggi deve recuar de disputa no Senado e deixar a política
20/02/18 09:00 Ciro Gomes diz que não buscará apoio de Lula para eleição
19/02/18 20:18 Taques diz que Botelho é amigo e merece defesa após operação Bereré
19/02/18 09:39 Gaeco deflagra operação contra fraudes no Detran; deputados são alvos
15/02/18 11:00 Valtenir e Medeiros disputam coordenação da bancada federal de MT
15/02/18 08:08 Possível candidatura de Temer à reeleição atrapalha planos de Meirelles
14/02/18 15:30 Valtenir prepara ação de cobrança contra dissidentes do PSB
12/02/18 17:00 Mauro Mendes diz que decidirá até maio se será candidato ao governo
12/02/18 09:23 Criação do bloco independente será oficializada na Assembleia
12/02/18 09:00 Acúmulo ilegal de cargos públicos pode gerar demissão de servidor
11/02/18 13:25 Emanuel diz que reforma administrativa só em março
11/02/18 13:12 Viana cita irregularidades gravíssimas e vota para reprovar contas de Taques
11/02/18 12:00 Vice diz que viveu dias de turbulência após vídeo de Emanuel
11/02/18 10:05 Prefeitos 'terceirizam' gastos com Carnaval
11/02/18 09:40 Governo busca apoio da base para criar Fundo de Estabilização Fiscal
08/01/18 10:10 Emanuel Pinheiro é cobrado pelo PMDB a discutir as eleições deste ano
08/01/18 08:49 'Quero ser reeleito', diz Wilson Santos ao negar articulação para o TCE
07/01/18 12:00 Prefeito decide aguardar licitação do VLT, mas ainda fala em plantar palmeiras
06/01/18 11:00 Acusações complicam a recandidatura do governador de MT
06/01/18 13:12 PP quer chapa pura para deputados estaduais em MT
Cadastre seu e-mail:
BR Informe é um portal independente de notícias.
Expediente | Seja um Colaborador | Fale Conosco