Domingo, dia 22 de Julho de 2018
Últimas Notícias
Política
Brasil
Economia
Cidades
Internacional
Esporte
Judiciário
Polícia
 
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Agenda de Eventos
Canal do Internauta
Artigos
 
Envie sua Matéria
Fale Conosco
 

 

política

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
Antonio Joaquim anuncia pré-candidatura e detona gestão Taques
20/10/17 - 19:10 
Por: Janaiara Soares- Gazeta Digital

 

 Em sua primeira declaração como pré-candidato ao governo de Mato Grosso, o conselheiro Antônio Joaquim afirmou que a atual gestão foi um “fracasso ético e administrativo”. Ele, que anunciou sua filiação ao PTB, ressaltou que fazia questão de avaliar a gestão Pedro Taques (PSDB) após mais de 15 anos sem poder fazer juízo sobre as administrações já que estava no cargo de conselheiro. Nos próximos dias sua aposentadoria deverá ser publicada no Diário Oficial uma vez que já está oficializada.

 
“O governo atual é responsável pelo maior escândalo de corrupção na área de educação no Estado. Secretário preso, agentes públicos presos, um escândalo e uma vergonha, principalmente em uma área como a Educação. Essa situação se agravou porque o coordenador financeiro da campanha do Taques, o Allan Malouf, declarou, em juízo, que estava participando dessa corrupção para recuperar os R$ 12 milhões que ele colocou na campanha em caixa 2, o que é pior”, declarou.
 
Além disso, citou o esquema de escutas ilegais que está sendo investigado agora pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). “Esse caso representa uma violência contra a democracia. É pior ou, no mínimo igual, à corrupção envolvendo dinheiro. É uma invasão às liberdades individuais, à privacidade das pessoas. É inadmissível que um governo lidere – e está claro que o governo liderou – esse processo de ouvir adversários políticos”.
 
Joaquim ainda fez um balanço sobre o funcionamento administrativo de Taques. “É uma gestão inábil, que vive em conflitos inúteis. Você vê o governo direto batendo boca com poderes, com funcionários públicos, com desembargador, com promotor. É uma crise infindável e inútil, que atrapalha qualquer governo. Então, o governo tem essa dificuldade de harmonizar o governo, função que deveria ter como representante do poder Executivo”.
 
Entre os fracassos administrativos listados pelo membro afastado da Corte de Contas está a situação atual da saúde pública. As obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) e outras que foram iniciadas para a Copa do Mundo de 2014 a atuação no setor da agricultura familiar e os gastos considerados por ele irrelevantes.
 
“É uma questão mais melindrosa, mas tenho que falar sobre os gastos exorbitantes com coisas consideradas simbólicas. O governo gastou, neste ano, até o início julho, R$ 10 milhões com fretamento de jatinho”.
 
Outro lado - O governo do Estado foi procurado para comentar as declarações de Antonio Joaquim, porém, não houve retorno, pois o governador Pedro Taques está viajando pelo interior do Estado em mais uma edição da Caravana da Transformação. O secretário de Comunicação, Kleber Lima, também foi procurado e por enquanto não deu retorno.  
 
Outras matérias
06/01/18 10:49 Defensores públicos vão ao STF cobrar duodécimos atrasados do Estado
06/01/18 10:13 AMM pede investigação sobre uso de recursos do Fundeb
05/01/18 15:24 Russi diz que demais Poderes ficam com quase 25% do FEX
02/01/18 09:15 Percival nega ter convidado Taques para se filiar ao PPS
02/01/18 08:00 Presidente da Câmara de Cuiabá descarta crise financeira
02/01/18 07:00 Presidente da AMM acredita em recuperação
31/12/17 15:12 PSDB cobra mais espaço no governo de Taques
31/12/17 14:54 Camargo Corrêa devolverá R$ 80 milhões ao Estado
29/12/17 17:12 AMM critica não liberação do Auxílio Financeiro aos Municípios
29/12/17 11:23 Governo usa dinheiro do FEX para pagar fundos e fechar ano dentro da LRF
13/12/17 15:56 'Não quero ser candidato se for culpado', diz Lula
13/12/17 15:52 Após reclamação, prefeito apresenta substitutivo da LOA
13/12/17 13:00 Riva depõe após Eder afirmar que ele teve participação nas cartas de crédito
12/12/17 21:13 Vereadores de Cuiabá concedem 13º salário para si mesmos
12/12/17 20:23 Deputados aprovam orçamento de R$ 20,3 bilhões para o Estado
12/12/17 19:06 TCE dá 15 dias para Emanuel explicar falta de pagamento à empresa
12/12/17 17:00 Comissão no Senado aprova liberação de quase R$ 500 mi do FEX para MT
12/12/17 15:15 Recriação da SEC 300 é aprovada na Câmara
12/12/17 12:00 Vereador quer cancelar interrogatório de prefeito na CPI do Paletó
11/12/17 12:56 Eder Moraes diz que falta gestão e competência ao governo Taques
Cadastre seu e-mail:
BR Informe é um portal independente de notícias.
Expediente | Seja um Colaborador | Fale Conosco