Domingo, dia 22 de Julho de 2018
Últimas Notícias
Política
Brasil
Economia
Cidades
Internacional
Esporte
Judiciário
Polícia
 
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Agenda de Eventos
Canal do Internauta
Artigos
 
Envie sua Matéria
Fale Conosco
 

 

política

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
Max Russi assume chefia da Casa Civil
02/10/17 - 09:00 
Por: Celly Silva e Janaiara Soares- Gazeta Digital

 

 O deputado estadual licenciado e secretário de Estado de Trabalho e Assistência Social Max Russi (PSB) assume nesta segunda-feira (2) a chefia da Casa Civil, cargo mais alto do secretariado do governo estadual. A nomeação no Diário Oficial do Estado (DOE) deve sair na terça-feira (3).

 
Ele mesmo confirmou a nomeação ao Gazeta Digital. O convite partiu do governador Pedro Taques (PSDB) no domingo (1º), com o argumento de que mudanças profundas ocorrerão em breve, sem, contudo, explicar quais.
 
“O governador me convidou ontem. Disse que decidiu fazer mudanças e me pediu para assumir, mas não aprofundou que mudanças seriam essas, mas serão muitas”, disse.
 
Russi também adiantou que ficará a frente da pasta, até então comandada por José Adolpho Vieira, somente até março de 2018, quando deve retornar para a Assembleia Legislativa e, posteriormente, se preparar para a campanha à reeleição.
 
O comando da Casa Civil passou por mudanças desde que o ex-secretário Paulo Taques deixou o cargo em maio, para defender o governador Pedro Taques, primo dele, da acusação de ter prevaricado em relação ao escândalo das interceptações telefônicas ilegais, denunciado pelo promotor de justiça Mauro Zaque à Procuradoria-Geral da República (PGR).
 
Pouco tempo depois, a investigação apontou a participação de Paulo Taques no esquema criminoso e ele acabou preso por uma semana. Na semana passada, ele foi preso novamente por obstrução de justiça, ou seja, tentar atrapalhar a apuração dos fatos.
 
Nos bastidores, especula-se que a saída de José Adolpho tenha ocorrido pelo mesmo problema pelo qual passou seu antecessor e que sua saída seria a antecipação a uma possível citação no inquérito conduzido pelo desembargador Orlando Perri, de modo a evitar novos desgastes ao governo. 
 
Outras matérias
20/02/18 10:20 Blairo Maggi deve recuar de disputa no Senado e deixar a política
20/02/18 09:00 Ciro Gomes diz que não buscará apoio de Lula para eleição
19/02/18 20:18 Taques diz que Botelho é amigo e merece defesa após operação Bereré
19/02/18 09:39 Gaeco deflagra operação contra fraudes no Detran; deputados são alvos
15/02/18 11:00 Valtenir e Medeiros disputam coordenação da bancada federal de MT
15/02/18 08:08 Possível candidatura de Temer à reeleição atrapalha planos de Meirelles
14/02/18 15:30 Valtenir prepara ação de cobrança contra dissidentes do PSB
12/02/18 17:00 Mauro Mendes diz que decidirá até maio se será candidato ao governo
12/02/18 09:23 Criação do bloco independente será oficializada na Assembleia
12/02/18 09:00 Acúmulo ilegal de cargos públicos pode gerar demissão de servidor
11/02/18 13:25 Emanuel diz que reforma administrativa só em março
11/02/18 13:12 Viana cita irregularidades gravíssimas e vota para reprovar contas de Taques
11/02/18 12:00 Vice diz que viveu dias de turbulência após vídeo de Emanuel
11/02/18 10:05 Prefeitos 'terceirizam' gastos com Carnaval
11/02/18 09:40 Governo busca apoio da base para criar Fundo de Estabilização Fiscal
08/01/18 10:10 Emanuel Pinheiro é cobrado pelo PMDB a discutir as eleições deste ano
08/01/18 08:49 'Quero ser reeleito', diz Wilson Santos ao negar articulação para o TCE
07/01/18 12:00 Prefeito decide aguardar licitação do VLT, mas ainda fala em plantar palmeiras
06/01/18 11:00 Acusações complicam a recandidatura do governador de MT
06/01/18 13:12 PP quer chapa pura para deputados estaduais em MT
Cadastre seu e-mail:
BR Informe é um portal independente de notícias.
Expediente | Seja um Colaborador | Fale Conosco