Sexta-Feira, dia 19 de Janeiro de 2018
Últimas Notícias
Política
Brasil
Economia
Cidades
Internacional
Esporte
Judiciário
Polícia
 
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Agenda de Eventos
Canal do Internauta
Artigos
 
Envie sua Matéria
Fale Conosco
 

 

política

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
TCE dá 15 dias para Emanuel explicar falta de pagamento à empresa
12/12/17 - 19:06 
Por: Gazeta Digital

 

 A conselheira do Tribunal de Contas, Jaqueline Jacbosen, deu um prazo de 15 dias para que o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) explique por quais motivos não pagou a empresa Gasolini Comércio e Serviços Ltda pelos serviços prestados à Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano.

 
A decisão atende a uma representação externa protocolada pela empresa, que prestou serviço de fornecimento de gás e água para as unidades da assistência social ainda na gestão do prefeito Mauro Mendes.
 
Na representação protocolada em outubro, a empresa alega que sua dívida no valor de quase R$ 36 mil estava inscrita nos "restos a pagar" deixados por Mendes, mas quase um ano depois, ainda não foi quitada por Emanuel Pinheiro.
 
Na ocasião, a conselheira destacou que não competia ao Tribunal de Contas determinar ao gestor público o pagamento de créditos inadimplidos junto a terceiros, uma vez que de interesses privados compete ao Poder Judiciário. Contudo, assegurou que o TCE tem o dever legal de verificar se Emanuel não preteriu a ordem cronológica de pagamentos.
 
“Dessa forma, dentro da competência constitucional de fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial (artigo 70 c/c artigo 75 da CF/88), compete a este Tribunal de Contas, averiguar se o crédito da Representante foi incluso para pagamento e, a falta de pagamento implica eventual desobediência à ordem cronológica das datas de suas exigibilidades”.
 
Por isso, determinou o prazo de 15 dias para que o prefeito e o secretário Wilton Coelho apresentassem documentos hábil para comprovar a inclusão do crédito da empresa para o pagamento, bem como a ordem cronológica deste crédito nos Restos a Pagar.
 
No entanto, passados quase dois meses, o prefeito não apresentou os documentos e, novamente, a conselheira estipulou prazo de 15 dias para que o gestor responda sobre o pagamento. 
 
Outro lado - Conforme informou a Prefeitura de Cuiabá, por meio de nota, o pagamento ainda não foi realizado por uma questão de reorganização orçamentária. Contudo, nesta quarta-feira (12), será realizado o empenho da nota para o pagamento do fornecedor.
 
Outras matérias
08/01/18 10:10 Emanuel Pinheiro é cobrado pelo PMDB a discutir as eleições deste ano
08/01/18 08:49 'Quero ser reeleito', diz Wilson Santos ao negar articulação para o TCE
07/01/18 12:00 Prefeito decide aguardar licitação do VLT, mas ainda fala em plantar palmeiras
06/01/18 11:00 Acusações complicam a recandidatura do governador de MT
06/01/18 13:12 PP quer chapa pura para deputados estaduais em MT
06/01/18 10:49 Defensores públicos vão ao STF cobrar duodécimos atrasados do Estado
06/01/18 10:13 AMM pede investigação sobre uso de recursos do Fundeb
05/01/18 15:24 Russi diz que demais Poderes ficam com quase 25% do FEX
02/01/18 09:15 Percival nega ter convidado Taques para se filiar ao PPS
02/01/18 08:00 Presidente da Câmara de Cuiabá descarta crise financeira
02/01/18 07:00 Presidente da AMM acredita em recuperação
31/12/17 15:12 PSDB cobra mais espaço no governo de Taques
31/12/17 14:54 Camargo Corrêa devolverá R$ 80 milhões ao Estado
29/12/17 17:12 AMM critica não liberação do Auxílio Financeiro aos Municípios
29/12/17 11:23 Governo usa dinheiro do FEX para pagar fundos e fechar ano dentro da LRF
13/12/17 15:56 'Não quero ser candidato se for culpado', diz Lula
13/12/17 15:52 Após reclamação, prefeito apresenta substitutivo da LOA
13/12/17 13:00 Riva depõe após Eder afirmar que ele teve participação nas cartas de crédito
12/12/17 21:13 Vereadores de Cuiabá concedem 13º salário para si mesmos
12/12/17 20:23 Deputados aprovam orçamento de R$ 20,3 bilhões para o Estado
Cadastre seu e-mail:
BR Informe é um portal independente de notícias.
Expediente | Seja um Colaborador | Fale Conosco