Sexta-Feira, dia 19 de Janeiro de 2018
Últimas Notícias
Política
Brasil
Economia
Cidades
Internacional
Esporte
Judiciário
Polícia
 
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Agenda de Eventos
Canal do Internauta
Artigos
 
Envie sua Matéria
Fale Conosco
 

 

política

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
Russi diz que demais Poderes ficam com quase 25% do FEX
05/01/18 - 15:24 
Por: Karine Miranda- Gazeta Digital

 

 O secretário-chefe da Casa Civil, Max Russi (PSB), afirmou que os demais Poderes do Estado ficaram com aproximadamente R$ 154 milhões do valor referente ao Fundo de Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX), repassados na última semana de dezembro de 2017 pelo governo federal.

 
O montante corresponde a quase um quarto do total de R$ 496 milhões que Mato Grosso tinha direito a receber como compensação em razão das perdas causadas pela Lei Kandir.
 
Os Poderes receberam a maior parte dos recursos necessários para honrar compromissos com fornecedores. Em seguida, quem ficou com a maior parte do FEX foi a Educação que recebeu outros R$ 100 milhões para regularizar a situação da pasta, de acordo com Russi.
 
“O FEX foi um trabalho árduo da bancada federal que ajudou. O governador, inclusive, esteve lá na sanção com o presidente. (...) O recurso foi liberado na ultima semana do ano e boa parte desse recurso foi para os Poderes. Eu fiz um apanhado dos pagamentos nos últimos dias. Tivemos algo em torno de R$ 154 milhões que foi feito transferência para os Poderes”, disse em entrevista à Rádio Capital nesta sexta-feira (5).
 
Além dos Poderes e da Educação, o FEX também foi destinado da seguinte forma: R$ 30 milhões ao MT Prev, R$ 25 milhões à Infraestrutura, R$ 15 milhões à Saúde, R$ 15 milhões às dívidas de exercícios anteriores,  outros R$ 9 milhões para pendências judiciais, R$ 5 milhões do Pasep, além de R$ 20 milhões para outras secretarias.
 
Os municípios também receberam os recursos diretamente. Foram R$ 124 milhões distribuídos de acordo com os percentuais do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). “Os prefeitos já tinham anunciado a chegada do recurso que não passa pela conta do Estado. O governo federal já repassa direito aos municípios”, esclareceu.
 
Melhora nos recursos -  Apesar do pagamento do recurso do Fundo, o secretário Russi avaliou que o ideal seria que o repasse dessa compensação fosse mensal, uma vez que se trata de um direito que os Estados possuem.  “Acho que o FEX, inclusive, deveria ser mensal. Todo ano tem essa agonia. Teve ano que não foi passado. Aí passa de um ano para o outro ano a questão do FEX. Fica município e Estado na agonia esperando recurso chegar”, destacou.
 
O secretário Max Russi avaliou ainda que o mês de dezembro foi melhor que o esperado no que diz respeito à ampliação da receita do Estado. Isto porque, além do repasse do FEX, entrou na conta do Estado cerca de R$ 100 milhões com a realização do mutirão fiscal e outros R$ 165 milhões em acordos formalizados, além dos recursos da Companhia Nacional de Abastecimento.
 
“Foi um mês em que a receitas melhoraram bastante. A gente achava que teria dificuldade para pagar a folha dos servidores, mas pagamos no dia. Não ficou o cenário ideal, mas terminamos muito melhor do que esperávamos, porque novembro foi um mês complicado”, encerrou.
 
Outras matérias
12/12/17 17:00 Comissão no Senado aprova liberação de quase R$ 500 mi do FEX para MT
12/12/17 15:15 Recriação da SEC 300 é aprovada na Câmara
12/12/17 12:00 Vereador quer cancelar interrogatório de prefeito na CPI do Paletó
11/12/17 12:56 Eder Moraes diz que falta gestão e competência ao governo Taques
11/12/17 10:54 Taques confirma pagamento de salários nesta segunda-feira
11/12/17 10:00 Mauro Mendes admite disputar eleições ao governo
23/10/17 Presidente do TJ 'intima' Taques a pagar R$ 28 mi de duodécimo atrasado
23/10/17 10:19 Ainda sem consenso, Comissão propõe substitutivo que altera texto de PEC
22/10/17 16:22 Antonio Joaquim sinaliza explorar escândalos da gestão Taques
22/10/17 15:00 PSB retira Fábio Garcia da CCJ na Câmara para não votar a favor de Temer
21/10/17 10:44 Promotoria questiona negócio entre irmã de Gilmar Mendes e governo de MT
21/10/17 10:21 Prefeito contesta ONG que denunciou R$ 700 mi de contratos sem licitação
20/10/17 19:10 Antonio Joaquim anuncia pré-candidatura e detona gestão Taques
20/10/17 18:32 Cabo diz que encontro com Paulo Taques foi para selar acordo financeiro
20/10/17 18:13 Desembargador diz que caso de Fabris não se compara ao de Aécio
20/10/17 16:28 Delegada suspeita de venda de conversas grampeadas
20/10/17 13:00 Antonio Joaquim ingressa no PTB e assume presidência do partido
20/10/17 10:20 Delegada rebate críticas do MPE e defende legalidade de depoimento
09/10/17 12:12 Pedro Taques afirma que governo não parou
09/10/17 12:00 Coronel Airton Siqueira foi protegido de investigações dos grampos
Cadastre seu e-mail:
BR Informe é um portal independente de notícias.
Expediente | Seja um Colaborador | Fale Conosco