Domingo, dia 08 de Dezembro de 2019
Últimas Notícias
Política
Brasil
Economia
Cidades
Internacional
Esporte
Judiciário
Polícia
 
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Agenda de Eventos
Canal do Internauta
Artigos
 
Envie sua Matéria
Fale Conosco
 

 

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
TCE manda e prefeito revoga licitação de R$ 5 milhões para contratar estagiários
12/02/18 - 16:28 
Por: Gazeta Digital

 A Prefeitura de Cuiabá revogou a licitação para contratação de empresa para operacionalizar os programas de estágio no âmbito do poder Municipal. O contrato tinha valor estimado de R$ 5 milhões por ano.

 
A revogação está publicada no Diário Oficial da última quinta-feira (8) e atendeu a uma determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que constatou irregularidades no processo licitatório. Foi consagrado vencedor do certame o Instituto Euvaldo Lodi, Núcleo Regional de Mato Grosso (IEL).
 
De acordo com a prefeitura, a revogação não causou prejuízos para a administração pública e nem para terceiros, uma vez que foram suspensos os atos antes da devida contratação da empresa.
 
“Por razões de interesse público decorrente de fato superveniente, tendo como justificativa a republicação de um novo processo licitatório, com as devidas alterações no edital considerando a Representação de Natureza Externa”, diz trecho da determinação.
 
A representação de natureza externa protocolada no TCE foi motivada por denúncias da empresa Agência de Integração Empresa Escola (Agie), que questionou o caráter restritivo da licitação. Isto porque o edital do certame estabelecia que a vencedora da licitação deveria ter sede presencial, mas agência de Integração é uma “agência virtual de estágios”.
 
A Agência de Integração argumentou ainda que possui em curriculum mais de 6.400 contratos de estágio gerenciados a distância em diversos órgãos, como o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul e Superior Tribunal Militar, por exemplo.
 
Ao analisar a representação, a conselheira Jaqueline Jacobsen acatou os argumentos propostos por entender que um dos objetivos da licitação é a “ampliação” do número de competidores, que viabilizem a escolha “mais vantajosa” para a administração pública.
 
Por isso, a conselheira determinou a adoção de medidas cautelares, como a notificação do Instituto Euvaldo Lodi e Prefeitura de Cuiabá, para que se manifestassem sobre a representação, bem como determinou ao Executivo que suspendesse todos os atos relacionados à licitação. A decisão foi acompanhada por unanimidade pelos conselheiros do TCE.
 
Outras matérias
03/07/19 11:45 Deputado, irmãos e mãe passam a ser investigados na Operação Polygonum
03/07/19 11:24 Gefron apreende 9 tabletes de cocaína e prende dois suspeitos
03/07/19 11:01 Sefaz autua transportadoras por sonegação fiscal
03/07/19 10:10 Proposta do Governo não modifica imposto sobre itens da cesta básica
02/07/19 11:06 Entidades pressionam AL e discordam de projeto de Mauro
02/07/19 18:20 Governo aponta desvios e propina para alterar concessão de incentivos fiscais
02/07/19 16:45 Casa Civil de governo se coloca aberta ao diálogo
02/07/19 16:23 Em nota, governo conclama a volta dos professores à sala de aula
02/07/19 15:22 Emanuel insiste para ser ouvido sobre a questão do VLT
02/07/19 14:59 Presidente da OAB-MT defende revisão de incentivos fiscais
02/07/19 14:36 Mendes diz que presidente da Fiemt ajudou a 'quebrar' MT
01/07/19 17:49 Chefes de gabinetes terão R$ 7 mil de 'verba extra' em prestar contas
01/07/19 15:26 Prefeito ameniza tom de discurso sobre aliança com DEM
28/06/19 19:03 Até eu quero VLT, mas de onde tiro R$ 1 bilhão?, critica Mendes
19/05/19 10:30 Bolsonaro diz que parte da imprensa vive só de mentiras
19/05/19 09:49 Em cenário de cortes, STF prevê mais gastos
19/05/19 08:57 Enem 2019 tem 6,3 milhões de inscritos
19/05/19 07:14 Papa diz que liberdade de imprensa é vital
19/05/19 08:00 Previsões para o crescimento da economia estão cada vez menores
18/05/19 13:56 Bolsonaro comemora entrada de empresa aérea europeia no Brasil
Cadastre seu e-mail:
BR Informe é um portal independente de notícias.
Expediente | Seja um Colaborador | Fale Conosco