Terça-Feira, dia 26 de Março de 2019
Últimas Notícias
Política
Brasil
Economia
Cidades
Internacional
Esporte
Judiciário
Polícia
 
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Agenda de Eventos
Canal do Internauta
Artigos
 
Envie sua Matéria
Fale Conosco
 

 

cidades

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
Justiça destina R$ 695 mil apreendidos para reforma de hospital em Cuiabá
25/04/17 - 12:58 
Por: Redação

O presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Antonio Joaquim, e o procurador-chefe do Ministério Público Federal em Mato Grosso, Gustavo Nogami, assinaram na tarde desta segunda-feira, 24, um acordo de cooperação técnica. Pelo acordo, a Corte de Contas será responsável por chancelar um procedimento administrativo que visa a transferência de recursos na ordem de R$ 695.270,94, oriundos de recuperação financeira no âmbito da Operação Ararath, para um projeto de atendimento à saúde pública em Mato Grosso.
 
A parceria entre o TCE-MT e o MPF foi intermediada pela Rede de Controle da Gestão Pública em Mato Grosso, coordenada pelo conselheiro substituto Moises Maciel.
 
A partir deste acordo de cooperação, o Tribunal de Contas irá designar uma equipe especial de auditores para analisar todos os aspectos do projeto de reestruturação do centro cirúrgico do Hospital Geral Universitário (HGU), em Cuiabá, para a realização de cirurgias de restauração de fissuras labiopalatinas, bem como a aquisição de equipamentos para aquela unidade médico-hospitalar. O projeto foi selecionado pelo MPF para receber recursos recuperados pela Operação Ararath.
 
"Vamos designar imediatamente uma equipe de auditores e técnicos para acelerar todo o processo e viabilizar, o quanto antes, a concretização dessa iniciativa, tão importante para a saúde pública, e que representa mais qualidade de vida para centenas de crianças de nosso Estado", disse o presidente do TCE.
 
Segundo ainda o conselheiro, a iniciativa, inédita em Mato Grosso, representa um avanço prático na cooperação interinstitucional no âmbito de atuação da Corte de Contas e da Rede de Controle. Antonio Joaquim explicou que, neste caso específico, caberá ao TCE analisar o objeto do contrato entre o MPF e o HGU, avaliar os aspectos técnicos, econômicos, o atendimento às especificações, prazos de entrega e se as empresas fornecedoras atendem à lei de concorrência.
 
Também caberá à Corte de Contas, no âmbito da parceria, acompanhar a correta destinação dos recursos durante a execução do projeto. "Vamos ainda acompanhar prazos, checar qualidade dos equipamentos, bem como as garantias e o suporte técnico, além de avaliarmos o custo-benefício direto e indireto da aplicação dos recursos a serem destinados ao projeto. Isso é um grande avanço, pois assegura a transparência e garante a lisura em todo o processo desde o seu início", explicou o conselheiro.
 
Com esta parceria com o TCE estamos nos antecipando a eventuais problemas e evitando que os recursos venham a ser mal gastos. Preventivamente, o Tribunal de Contas irá avaliar se os valores dos investimentos propostos no projeto são os praticados no mercado e condizem, de fato, com as necessidades para a execução dos serviços médicos-hospitalares" Gustavo Nogami, procurador-chefe do MPF
 
O procurador Gustavo Nogami, por sua vez, salientou que o suporte técnico do TCE-MT é fundamental para que haja segurança de que os recursos transferidos para o HGU sejam bem aplicados e tragam os benefícios esperados. "Com esta parceria com o TCE estamos nos antecipando a eventuais problemas e evitando que os recursos venham a ser mal gastos.
 
Preventivamente, o Tribunal de Contas irá avaliar se os valores dos investimentos propostos no projeto são os praticados no mercado e condizem, de fato, com as necessidades para a execução dos serviços médicos-hospitalares. Após o parecer do Tribunal, nós, do MPF, iremos propor então à Justiça a homologação do projeto e a transferência dos recursos necessários à sua execução", esclareceu Nogami.
 
Para o conselheiro substituto Moises Maciel, o acordo de cooperação técnica consolida e amplia a colaboração entre os órgãos que integram a Rede de Controle. "Esta é uma parceria muito salutar e não tem volta. O TCE-MT, por meio da Rede, tem atuado, inclusive, no aperfeiçoamento de outros órgãos públicos, o que é muito positivo em todos os aspectos", disse.
 
 
Outras matérias
21/02/19 08:23 Prefeitura acusa Santa Casa de cobrar e não prestar R$ 24 mi em serviços
20/02/19 13:21 Lei obriga barragens de Mato Grosso instalar sistema de alarmes
20/02/19 07:55 Assembleia Legislativa discute alterações à Lei da Pesca
19/02/19 18:29 CGE aprofunda auditoria nos serviços de oncologia
19/02/19 17:46 Sema alerta para riscos de visitação ao Parque Serra de Ricardo Franco
19/02/19 17:00 Governo abre diálogo para instalação de fábrica e busca novos investimentos para o Estado
13/02/18 11:00 Emanuel Pinheiro negocia para levar 'Cuiabá 300 anos' para Sapucaí
12/02/18 08:00 Liminar proíbe que empresas suspendam serviços em unidades de saúde
09/10/17 10:00 A pedido do MP, Justiça proíbe tráfego de caminhões na estrada de Chapada
17/09/17 19:17 Candidatos elogiam organização e caráter inovador de concurso
11/09/17 11:36 Indea-MT realiza operação inédita na região de fronteira com a Bolívia
28/08/17 12:13 UFMT abre concurso para 52 vagas de técnicos administrativos em educação
28/08/17 10:56 Data de prova para cargo de Técnico Administrativo é alterada
14/08/17 12:10 Chuva eleva umidade do ar para 94% em Cuiabá
11/08/17 20:00 Após 8 dias, incêndio em parque estadual é extinto
19/05/17 13:40 Secretário Marcelo Duarte vistoria duplicação da Estrada da Guia
12/05/17 18:12 Cuiabá recebe nota máxima por gestão transparente
12/05/17 15:46 Duplicação da estrada da Guia está co ritmo intenso
12/05/17 12:34 Fundador da Gol, Nenê Constantino é condenado a 16 anos por homicídio no DF
12/05/17 08:56 Taques participa de plantio de muda em ato simbólico no Paiaguás
Cadastre seu e-mail:
BR Informe é um portal independente de notícias.
Expediente | Seja um Colaborador | Fale Conosco