Quarta-Feira, dia 22 de Maio de 2019
Últimas Notícias
Política
Brasil
Economia
Cidades
Internacional
Esporte
Judiciário
Polícia
 
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Agenda de Eventos
Canal do Internauta
Artigos
 
Envie sua Matéria
Fale Conosco
 

 

brasil

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
Doria cancela evento de inauguração de viaduto com nome de Dona Marisa
02/01/18 - 06:00 
Por: Redação

 
O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), cancelou o evento de inauguração do viaduto que será batizado com o nome da ex-primeira-dama Marisa Letícia, na zona sul da capital paulista. A Prefeitura ainda classificou a homenagem à mulher do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva como "injusta".
 
O projeto que dá ao viaduto do M’Boi Mirim o nome de Dona Marisa Letícia foi sancionado na última sexta-feira, 29, pelo prefeito em exercício de São Paulo, Milton Leite (DEM), depois de ter sido aprovado pela Câmara de Vereadores. A previsão era que a obra fosse inaugurada na próxima quarta-feira, 3.
 
Em nota, a prefeitura afirma que, "por determinação do prefeito João Doria", cancelou o evento de inauguração do viaduto, mas que a via será aberta ao trânsito no dia previsto.
 
A nota afirma ainda que "a escolha do nome do viaduto é prerrogativa da Câmara Municipal e fruto de um acordo entre a maioria dos vereadores - e apenas por isso respeitado pela administração municipal, apesar da discordância do prefeito em relação à injusta homenagem prestada a alguém envolvido no maior escândalo de corrupção já registrado no país e que nunca morou na cidade nem jamais lhe trouxe qualquer benefício."
 
O prefeito João Doria (PSDB) e o vice-prefeito Bruno Covas (PSDB) estão em viagem.
 
A ex-primeira dama Marisa Letícia Lula da Silva morreu no dia 3 de fevereiro do ano passado, devido a complicações de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). No mesmo mês o PL 81/2017, de autoria do vereador Reis (PT), foi proposto pela bancada do PT e contou com o apoio de Arselino Tatto, Eduardo Suplicy, Antonio Donato, Senival Moura, Alfredinho, Juliana Cardoso, Alessandro Guedes e Jair Tatto. Com informações do Estadão Conteúdo.
 
 
Outras matérias
19/05/19 10:30 Bolsonaro diz que parte da imprensa vive só de mentiras
19/05/19 09:49 Em cenário de cortes, STF prevê mais gastos
19/05/19 08:57 Enem 2019 tem 6,3 milhões de inscritos
18/05/19 13:56 Bolsonaro comemora entrada de empresa aérea europeia no Brasil
18/05/19 13:19 Assessor de Mourão é alvo na investigação de Flávio Bolsonaro
18/05/19 10:00 Bolsonaro divulga texto que fala de Brasil 'ingovernável'
17/05/19 17:49 Apuração sobre Flávio pode avançar sobre milícia, PSL e primeira-dama
17/05/19 15:38 Coaf aponta que Queiroz fez saques de R$ 661 mil em 18 meses
03/05/19 11:11 Ministro erra valor e exame de alfabetização custará R$ 500 milhões
03/05/19 Vale processará empresa que deu laudo de Brumadinho
02/05/19 10:26 Mais quatro aeroportos adotam novas regras para bagagem de mão
02/05/19 09:50 Onyx diz acreditar na aprovação da reforma neste semestre
02/05/19 08:16 Bolsonaro destaca MP para abertura de negócios em pronunciamento
01/05/19 10:45 Permissão para gestante trabalhar em atividade insalubre é suspensa
30/04/19 19:20 Ford fecha acordo para demissão de funcionários de fábrica em SP
30/04/19 14:27 MEC cortará verba de universidades por 'balbúrdia'
30/04/19 08:51 Autora de vídeo que expôs professora é secretária do PSL
16/04/19 21:08 Bolsonaro alfineta STF: 'Favorável à liberdade de expressão'
16/04/19 19:58 Moro sobre projeto anticrime: 'Governo não pode agir como uma avestruz'
16/04/19 17:55 Villas Bôas critica postura de Olavo de Carvalho: "Lamentável"
Cadastre seu e-mail:
BR Informe é um portal independente de notícias.
Expediente | Seja um Colaborador | Fale Conosco