Quinta-Feira, dia 21 de Março de 2019
Últimas Notícias
Política
Brasil
Economia
Cidades
Internacional
Esporte
Judiciário
Polícia
 
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Agenda de Eventos
Canal do Internauta
Artigos
 
Envie sua Matéria
Fale Conosco
 

 

cidades

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
Governo abre diálogo para instalação de fábrica e busca novos investimentos para o Estado
19/02/19 - 17:00 
Por: Redação

 
Intenção é mostrar que o Estado tem condições de promover o desenvolvimento industrial de forma sustentável

 O Governo do Estado quer transformar a instalação de uma fábrica de celulose em Alto Araguaia (415 km ao Sul de Cuiabá) em um exemplo para atração de novos investidores para Mato Grosso.

 
O assunto foi debatido em uma reunião no Palácio Paiaguás, na segunda-feira (18.02), com a presença de representantes do Governo, do Ministério Público do Estado (MPE), da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), do Sistema S, Famato, Fecomércio, do município e da empresa Euca Energy.
 
De acordo com o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, a intenção em apoiar a construção da fábrica de celulose, desde que respeitadas as legislações ambientais, é mostrar que o Estado tem condições de promover o desenvolvimento industrial com sustentabilidade.
 
“Queremos mostrar o interesse do Estado por esse projeto para que seja um marco de atração de novos investimentos. Por isso, convocamos essa reunião com todas as entidades e Ministério Público, para que eles entendessem o projeto e pudessem ver os benefícios que trará para o Estado”, comentou.
 
Carvalho pontuou que a instalação da empresa deverá ocorrer de forma planejada para que os impactos à região sejam mitigados, além de evitar prejuízos após a implantação, que deve ocorrer somente em 2021.
 
Durante a apresentação, o procurador de Justiça Luiz Alberto Esteves Scaloppe, do Ministério Público Estadual (MPE), demonstrou sua preocupação em relação aos impactos ambientais que a fábrica poderá trazer à região, além dos impactos sociais, já que Alto Araguaia é um município de pequeno porte.
 
Apesar disso, ele pontuou a importância de ações voltadas à industrialização no Estado e garantiu que irá acompanhar todas as movimentações para garantir a preservação ambiental.
 
Também estava na reunião a secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, que destacou o empenho da Pasta para a concessão do EIA-Rima de forma conjunta com o MPE, para que sejam promovidas amplas discussões antes da emissão das licenças.
 
“Audiências públicas serão realizadas para que as entidades e a população de Alto Araguaia possam debater o assunto de forma que se possa mitigar os efeitos do empreendimento, tanto na questão ambiental, quanto no desenvolvimento que o município terá. A primeira será em março, em Alto Araguaia”, explicou a secretária.
 
O sócio da Euca Energy, Gilberto Goellner, informou que o projeto econômico do empreendimento já foi finalizado, faltando apenas as licenças ambientais para a implantação da fábrica de celulose. O investimento na indústria é de R$ 12 bilhões, mais R$ 1,2 bilhão, que serão investidos no plantio de eucalipto.
 
“Além da fábrica de celulose, o empreendimento também vai gerar energia elétrica, com o bagaço do eucalipto, e utilizar as condições de logística para escoamento da produção, como as estradas e a ferrovia que existem na região de Alto Araguaia, além da subestação de energia local. É um projeto com sustentabilidade econômica e social e tem todas as condições de fazer a integração entre as áreas de plantio e produção de celulose”, defendeu Goellner.
 
O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo Melo, reforçou a importância da implantação do empreendimento para o desenvolvimento do município.
 
“Inicialmente, o projeto era pensado para o Estado de Goiás, mas com o apoio do Governo, conseguimos que esse investimento venha para o Estado. Esse empreendimento vai resolver o problema financeiro de toda uma região, não apenas de Alto Araguaia, como de Alto Taquari, Itiquira, Alto Garças, Araguainha e Ponte Branca, pois alcançará a todos esses municípios”, disse Melo.
 
“O Governo tem esse empreendimento como uma bandeira para a atração de novos investimentos. Queremos o sucesso desse projeto, pois servirá de exemplo para outros empresários, que por algum motivo chegaram a estancar propostas em Mato Grosso”, concluiu Mauro Carvalho.
 
 
 
Outras matérias
21/02/19 08:23 Prefeitura acusa Santa Casa de cobrar e não prestar R$ 24 mi em serviços
20/02/19 13:21 Lei obriga barragens de Mato Grosso instalar sistema de alarmes
20/02/19 07:55 Assembleia Legislativa discute alterações à Lei da Pesca
19/02/19 18:29 CGE aprofunda auditoria nos serviços de oncologia
19/02/19 17:46 Sema alerta para riscos de visitação ao Parque Serra de Ricardo Franco
13/02/18 11:00 Emanuel Pinheiro negocia para levar 'Cuiabá 300 anos' para Sapucaí
12/02/18 08:00 Liminar proíbe que empresas suspendam serviços em unidades de saúde
09/10/17 10:00 A pedido do MP, Justiça proíbe tráfego de caminhões na estrada de Chapada
17/09/17 19:17 Candidatos elogiam organização e caráter inovador de concurso
11/09/17 11:36 Indea-MT realiza operação inédita na região de fronteira com a Bolívia
28/08/17 12:13 UFMT abre concurso para 52 vagas de técnicos administrativos em educação
28/08/17 10:56 Data de prova para cargo de Técnico Administrativo é alterada
14/08/17 12:10 Chuva eleva umidade do ar para 94% em Cuiabá
11/08/17 20:00 Após 8 dias, incêndio em parque estadual é extinto
19/05/17 13:40 Secretário Marcelo Duarte vistoria duplicação da Estrada da Guia
12/05/17 18:12 Cuiabá recebe nota máxima por gestão transparente
12/05/17 15:46 Duplicação da estrada da Guia está co ritmo intenso
12/05/17 12:34 Fundador da Gol, Nenê Constantino é condenado a 16 anos por homicídio no DF
12/05/17 08:56 Taques participa de plantio de muda em ato simbólico no Paiaguás
12/05/17 07:48 VoltarAeroporto Marechal Rondon tem maior evolução do país, segundo passageiros
Cadastre seu e-mail:
BR Informe é um portal independente de notícias.
Expediente | Seja um Colaborador | Fale Conosco