Segunda-Feira, dia 18 de Dezembro de 2017
Últimas Notícias
Política
Brasil
Economia
Cidades
Internacional
Esporte
Judiciário
Polícia
 
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Agenda de Eventos
Canal do Internauta
Artigos
 
Envie sua Matéria
Fale Conosco
 

 

cidades

Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
MPF apura dano ao consumidor após operadoras de TV "desligarem" canais abertos
11/05/17 - 20:05 
Por: Redação

 O Ministério Público Federal (MPF) em Osasco, município da Grande São Paulo, instaurou uma investigação para apurar possíveis violações aos direitos dos consumidores após prestadoras de TV por assinatura encerrarem as transmissões dos canais SBT, RedeTV! e Record. Segundo o MPF, clientes têm reclamado que, mesmo com a redução dos pacotes a partir da exclusão das emissoras, as empresas continuam cobrando os valores integrais das mensalidades.

 
As operadoras do serviço retiraram os canais de seus pacotes em São Paulo no dia 29 de março, quando houve a substituição da transmissão do sinal analógico por sinal digital na região metropolitana, seguindo cronograma do Ministério das Comunicações. O problema se repetiu em outras cidades em que foi desligado o sinal analógico, mas a investigação do MPF trata exclusivamente do estado de São Paulo.
 
Impasse entre a Simba Content (empresa que reúne SBT, RedeTV! e Record para a distribuição de seus sinais digitais) e as prestadoras de TV por assinatura fez com que a grade de conteúdo das três emissoras deixasse de ser fornecida aos clientes, ao contrário do que ocorreu com outros canais de TV abertos.
 
“As reclamações residem no fato de que tais canais deixaram de ser transmitidos pelas operadoras sem nenhum tipo de compensação, o que, em tese, violaria o contrato de prestação de serviços firmado entre o consumidor e a prestadora”, afirmou o procurador da República Douglas Guilherme Fernandes, responsável pela apuração.
 
O MPF ressaltou que, de acordo com o Regulamento de Proteção e Defesa dos Direitos dos Assinantes dos Serviços de Televisão por Assinatura, os clientes têm direito a contrapartidas quando há exclusão de conteúdo dos pacotes contratados. “O artigo 28 do documento editado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) estabelece que as operadoras devem substituir os canais retirados por outros do mesmo gênero ou conceder descontos nas mensalidades, a critério do consumidor”, divulgou o órgão.
 
A reportagem da Agência Brasil procurou a Associação Brasileira de TV por Assinatura (ABTA) para comentar a investigação do MPF, mas a entidade não se manifestou até a publicação desta reportagem. Quando foi anunciado o desligamento dos canais, a ABTA informou que a decisão de interromper a transmissão dos sinais digitais das três emissoras na TV paga em Brasília e São Paulo foi uma iniciativa da Simba, por meio de notificação encaminhada às operadoras. Segundo a entidade, para que esses canais continuem sendo distribuídos na TV por assinatura nessas cidades, é necessário que as partes firmem um acordo, conforme prevê a legislação do setor.
 
O procedimento do MPF é ainda preparatório e antecede a instauração de um inquérito. Nesta fase, a procuradoria vai colher elementos para decidir pelo prosseguimento da investigação ou seu arquivamento.
Outras matérias
09/10/17 10:00 A pedido do MP, Justiça proíbe tráfego de caminhões na estrada de Chapada
17/09/17 19:17 Candidatos elogiam organização e caráter inovador de concurso
11/09/17 11:36 Indea-MT realiza operação inédita na região de fronteira com a Bolívia
28/08/17 12:13 UFMT abre concurso para 52 vagas de técnicos administrativos em educação
28/08/17 10:56 Data de prova para cargo de Técnico Administrativo é alterada
14/08/17 12:10 Chuva eleva umidade do ar para 94% em Cuiabá
11/08/17 20:00 Após 8 dias, incêndio em parque estadual é extinto
19/05/17 13:40 Secretário Marcelo Duarte vistoria duplicação da Estrada da Guia
12/05/17 18:12 Cuiabá recebe nota máxima por gestão transparente
12/05/17 15:46 Duplicação da estrada da Guia está co ritmo intenso
12/05/17 12:34 Fundador da Gol, Nenê Constantino é condenado a 16 anos por homicídio no DF
12/05/17 08:56 Taques participa de plantio de muda em ato simbólico no Paiaguás
12/05/17 07:48 VoltarAeroporto Marechal Rondon tem maior evolução do país, segundo passageiros
25/04/17 19:00 Caravana atende 800 pessoas no primeiro dia
25/04/17 16:49 Casa Civil realiza reunião em busca de solução para esgoto na Lagoa Paiaguás
25/04/17 14:32 Governo obtém avanços para destravar pavimentação da BR-174
25/04/17 12:58 Justiça destina R$ 695 mil apreendidos para reforma de hospital em Cuiabá
25/04/17 12:04 Em cinco dias, forças de Segurança apreendem mais de 1 tonelada de droga em MT
25/04/17 10:50 Governo revitaliza vias que servirão como desvios das obras da nova trincheira
25/04/17 08:30 Polícia tem pista de pistoleiro de chacina em MT
Cadastre seu e-mail:
BR Informe é um portal independente de notícias.
Expediente | Seja um Colaborador | Fale Conosco