Indígenas que atuam em balsas concluem curso de aquaviário e marinheiro fluvial auxiliar em MT

Por Redação em 15/06/2021 às 22:09:57

A capacitação é fruto de uma parceria entre a Fundação Nacional do Índio (Funai) e a Capitania Fluvial do Mato Grosso (CFMT) da Marinha do Brasil. Indígenas concluem curso de formação de aquaviários

Funai

Dez indígenas que atuam na operação da balsa do Rio Xingu, na rodovia MT-322, em São José do Xingu, a 951 km de Cuiabá, concluíram um curso de formação de aquaviários, marinheiro fluvial auxiliar de convés e máquinas nível I.

Realizado em Cuiabá, o curso ocorreu entre os dias 7 e 11 de junho. A capacitação é fruto de uma parceria entre a Fundação Nacional do Índio (Funai) e a Capitania Fluvial do Mato Grosso (CFMT) da Marinha do Brasil.

“A formação dos indígenas que atuam na condução de equipamentos fluviais, atividade comum na rotina das comunidades e essenciais à sobrevivência e relações com a sociedade regional, constitui medida extremamente importante, cuja habilitação é necessária para atender às normas vigentes”, explicou o coordenador-geral de Promoção da Cidadania da fundação, Joany Marcelo Arantes, que destacou também o apoio das Coordenações Regionais da Funai em Cuiabá e Colíder.

Durante o treinamento, os participantes realizaram uma prova de natação na piscina da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), também parceira no projeto.

A Coordenação-Geral de Promoção da Cidadania (CGPC) desenvolve e apoia ações e políticas que se relacionam aos processos educativos comunitários e escolares das populações indígenas, à participação social e aos assuntos de gênero e geração. Essas ações têm em vista a autonomia e a sustentabilidade das aldeias, respeitando os direitos do cidadão indígena, suas comunidades e organização, bem como o combate à discriminação contra essas populações.

Fonte: G1

Comunicar erro
Agro Noticia 728x90
Coronavirus 728x90