'Novo cangaço': suspeito de envolvimento no maior assalto dos últimos 12 anos em MT é preso

.

Por Redação em 03/04/2024 às 15:51:34

No total, 22 homens participaram do assalto, e mais de 30 pessoas foram feitas reféns e usadas como escudo humano. O crime aconteceu em 2021, em Nova Bandeirantes. Assalto no estilo Novo Cangaço em Nova Bandeirantes (MT)

Reprodução

Roni Ferreira de Jesus, de 32 anos, um dos criminosos envolvidos no maior assalto dos últimos 12 anos em Mato Grosso, no estilo 'novo cangaço', que aconteceu em junho de 2021, em Nova Bandeirantes, a 980 km de Cuiabá, foi preso nessa terça-feira (2).

O g1 tenta localizar a defesa do acusado.

'Novo cangaço' em MT: o que se sabe sobre o maior assalto dos últimos 10 anos

Segundo a Polícia Civil, Roni foi localizado em Sinop, a 503 km de Cuiabá, e com ele, uma arma carabina de calibre 12 e munições foram apreendidas.

Ainda conforme a polícia, ele tinha três mandados de prisão preventiva em aberto, dois pela justiça de Mato Grosso pelos roubos às cooperativas e a uma mineradora no norte do estado, e o terceiro pela Comarca de Novo Progresso, no Pará, onde é investigado por porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa.

? Clique aqui para seguir o canal do g1MT no WhatsApp

Relembre o caso

Câmeras de segurança mostram ação de bandidos em cidade alvo do 'novo cangaço', no Mato Grosso

No dia 4 de junho de 2021, assaltantes atacaram duas agências bancárias, e mais de 30 pessoas foram feitas reféns por homens armados e que estavam usando roupas camufladas. Alguns moradores foram colocados nas carrocerias das caminhonetes usadas pela quadrilha.

A câmera na calçada de um banco gravou a chegada dos bandidos. Cinco deles pulam da caminhonete, armados, apontando em todas as direções. Um deles fica na porta. Alguns moradores foram colocados nas carrocerias das caminhonetes usadas pela quadrilha. (assista acima)

? Clique aqui para seguir o canal do g1MT no WhatsApp

Cerca de R$ 800 mil foram roubados nas duas agências. Desse total, R$ 573 mil foram recuperados.

Reféns são feitos de escudo humano no ssalto no estilo Novo Cangaço em Nova Bandeirantes (MT)

Reprodução/Globo

LEIA MAIS

De onde vêm armas, munições e explosivos usados por quadrilhas do 'novo cangaço' em ataques recentes a bancos no Brasil?

Prefeito de cidade alvo do 'Novo cangaço' cobra segurança e diz que na ALMT tem mais PMs do que em todo extremo norte

Prisão e morte

O grupo criminoso chegou da região Nordeste do país, um mês antes do crime. Segundo o delegado Vitor Hugo Teixeira, responsável pelo caso, os assaltantes tiveram cerca de 30 dias para planejar o roubo. Vídeos de circuito de segurança registraram os suspeitos frequentando lugares como uma conveniência e uma lojas de pneu.

As buscas das equipes policiais a pé pela mata atrás dos criminosos duraram 58 dias.

No total, 22 homens participaram do crime. Nove morreram nos confrontos com a polícia em julho de 2021, e outros 13 foram indiciadas. Com os suspeitos foram encontradas roupas militares, armas e parte do dinheiro do roubo.

Dinheiro foi recuperado pela polícia em Nova Bandeirantes

Assessoria

? Clique aqui para seguir o canal do g1MT no WhatsApp

Fonte: G1

Comunicar erro
Agro Noticia 728x90