Comerciantes do centro de São Paulo notam melhora do policiamento na região, aponta pesquisa

Uma pesquisa recente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), em parceria com a Orbis Pesquisa, apontou que 54% dos comerciantes do Centro Histórico de São Paulo percebem uma melhora no policiamento da área.

Por Redação em 14/05/2024 às 19:13:15

Uma pesquisa recente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), em parceria com a Orbis Pesquisa, apontou que 54% dos comerciantes do Centro Histórico de São Paulo percebem uma melhora no policiamento da área. Além disso, 72% dos entrevistados expressaram otimismo em relação ao futuro do comércio na região. O estudo contou com a participação de 100 empresários locais. Entre eles, 33% pertencem ao segmento de vestuário, 15% ao de alimentação e 11% ao de calçados — juntos, esses três setores representam 50% dos estabelecimentos analisados.

A maioria dos empresários (71%) destacou o intenso fluxo de pessoas como a principal vantagem de operar no centro, seguido pela localização estratégica (13%). Segundo dados do Metrô de São Paulo, cerca de 600 mil pessoas circulam diariamente pelas estações , São Bento e Anhangabaú. No entanto, em termos de políticas públicas e incentivos fiscais, 31% dos empresários consideram as medidas atuais ineficazes, enquanto 27% acreditam que houve pequenas melhorias e 22% sentem falta de mais incentivos fiscais. A necessidade de melhorias na manutenção (49%) e na segurança (22,4%) também foi expressa pelos entrevistados. Quanto ao entretenimento, 34% dos comerciantes gostariam de ver mais feiras culturais e 23% mais apresentações musicais na área.

Os frequentadores do centro, por outro lado, mostraram uma preferência significativa por compras em lojas físicas, com 61,8% contra 25,3% que preferem compras online. Os produtos mais desejados são roupas e calçados, com 44,4% dos entrevistados planejando adquiri-los nos próximos meses. A ACSP lançou a campanha #vemprocentro para incentivar o empreendedorismo e melhorar a qualidade de vida na região do Centro Histórico. Essa iniciativa inclui o estímulo à realização de eventos culturais, artísticos e gastronômicos.

Fonte: JP

Comunicar erro
Agro Noticia 728x90