ONM 2

Sem a mãe, quinto filhote de anta é resgatado em MT e especialistas entram em alerta; vídeo

.

Por Redação em 10/07/2024 às 09:59:47

Ao todo, três filhotes foram encontrados em Sorriso e dois em Sinop, em um período de dois meses. Sem a mãe, quinto filhote de anta é resgatado em MT e alerta especialistas

Um filhote recém-nascido de anta foi encontrado por moradores da zona rural de Sorriso, a 420 km de Cuiabá, e resgatado pelo Corpo de Bombeiros na segunda-feira (8). Esse é o quinto filhote da mesma espécie encontrado em dois meses na região e especialistas estão em alerta pela vulnerabilidade da espécie. (Veja acima)

? Clique aqui para seguir o canal do g1 MT no WhatsApp

Ao todo, três filhotes foram encontrados em Sorriso e dois em Sinop, a 503 km da capital. Segundo a médica veterinária Lilian Medeiros, o fato do animal já ser o quinto filhote encontrado preocupa os profissionais, que não sabem responder o que está acontecendo com as mães da espécie.

"Cinco filhotes num período de 60 dias não é algo comum. Essa que nós recebemos na data de ontem, realmente recém-nascida e acredito que ainda não tinha sido alimentada. Isso acende um alerta. Nós já comunicamos a cena e repassamos a informação para a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema). Ficamos preocupados pela vulnerabilidade da espécie", diz.

A médica veterinária também destaca que existem muitas antas na região e que os meses de seca é o período de procriação desses animais. As mães, tanto de antas como cervos, deixam os filhotes deitados em moitas e saem para fazer para se alimentar e beber água.

"Se possível, permaneçam no local por um tempo de observação para ver se realmente a mãe não está por perto. Caso esteja machucado, acionem o Corpo de Bombeiros, para que possam fazer o resgate", explica.

LEIA MAIS:

Filhote de anta é resgatado próximo a colheitadeira em plantação de milho

????A espécie

A anta Pitanga, agora com dois anos, foi transportada para o novo recinto, onde irá viver, no Parque Sesc Baía das Pedras.

Divulgação/Sesc Pantanal

Conhecida como a jardineira da floresta, a anta derruba sementes por onde anda, ajudando no crescimento e desenvolvimento da diversidade de plantas.

De acordo com o Centro de pesquisa do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a perda, fragmentação de habitat, atropelamentos e caça estão entre as principais causas para as ameaças sofridas pela espécie, caracterizada como vulnerável na Lista de Espécies Ameaçadas de Extinção.

Ainda conforme as informações do centro, a anta está contemplada no Plano de Ação Nacional dos Ungulados.

? Clique aqui para seguir o canal do g1 MT no WhatsApp

Fonte: G1

Comunicar erro
Agro Noticia 728x90