ONM 2

Veículo fora de horário, documento atrasado e moto à direita: entenda erros que levaram à morte de jovem em acidente em Cuiabá

.

Por Redação em 10/07/2024 às 22:04:41

Maria Clara Mendes Oliveira, de 21 anos, morreu após ser atropelada e arrastada por uma carreta, na tarde dessa terça-feira (9), em Cuiabá. Maria Clara havia tirado a primeira habilitação há menos de um ano

Reprodução

Veículo transitando fora de horário permitido, documento atrasado e moto à direita foram alguns dos erros que contribuíram para a morte da jovem Maria Clara Mendes Oliveira, de 21 anos, que foi atropelada e arrastada por uma carreta, na rotatória da Avenida Miguel Sutil, que dá acesso ao Bairro Coophamil, em Cuiabá, nessa terça-feira (9).

Documento atrasado: a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) informou que o condutor da carreta estava com a Autorização Especial de Trânsito (AET) vencida desde maio de 2023.

Veículo fora de horário: ainda de acordo com a Semob, o motorista estava transitando na via em horário proibido para veículos pesados. Ele foi multado no valor de R$ 130,16. A ação foi considerada como infração média e ele perdeu quatro pontos na carteira de habilitação.

Moto à direita: imagens de câmera de segurança mostram que jovem tentou utrapassar pelo lado direito da pista. Segundo o artigo 29 , IX do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a ultrapassagem de veículos pela direita é proibida.

Em nota, a defesa do condutor da carreta disse que ele está à disposição das autoridades policiais.

Segundo a Polícia Civil, o motorista não foi preso em flagrante, por ter ficado no local durante a ocorrência, mas vai responder por homicídio culposo. O delegado responsável pelo caso, Christian Cabral, explicou que, ao se aproximar da rotatória, o condutor mudou para a faixa da direita e acabou fechando a motociclista, que foi arrastada.

De acordo com a Carteira de Habilitação (CNH) de Maria Clara, ela havia tirado a primeira habilitação categoria AB há menos de um ano. Além disso, a jovem fez aniversário na última segunda-feira (1).

Acidente na rotatória da Avenida Miguel Sutil, que dá acesso ao Bairro Coophamil

Reprodução

Regras de trafego

De acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), a Autorização Especial de Trânsito (AET) é necessária para todos os veículos que excedam os seguintes limites de peso e dimensões: 2,6 metros de largura, 4,4 metros de altura, 19,8 metros de comprimento e 57 toneladas de Peso Bruto Total Combinado (PBTC), como por exemplo, veículos destinados ao transporte de cargas indivisíveis, ele foi autuado em R$ 130,16 por transitar em local proibido fora do horário permitido.

Conforme as diretrizes estabelecidas na Lei de Uso e Ocupação do Solo Urbano, n° 5463/2011, que disciplina a circulação de veículos de carga e operações de carga e descarga no município, atualmente é permitida na capital a circulação apenas de veículos automotores com Peso Bruto Total (PBT) de até 10 toneladas (caminhões com dimensões compactas), com ou sem carga, em qualquer horário.

Já os veículos que possuem o peso acima de 24 toneladas, devem obter uma autorização especial da Semob. A pasta ainda permite que os veículos de carga circulem nas vias da capital das 11h30 às 13h30 e das 17h30 às 19h30.

Entenda o caso

Câmeras de segurança registraram o momento em que o corpo se desprende do veículo

A jovem morreu pós ser atropelada por uma carreta, enquanto pilotava uma moto na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá. Câmeras de segurança da região registraram o momento do atropelamento. (assista acima)

Nas imagens é possível ver que o corpo da jovem se desprende da carreta e se solta no meio da pista.

De acordo com a Polícia Civil, no local do acidente "presume-se que a motocicleta seguia em frente sentido bairro- centro pela Avenida Miguel Sutil, quando o caminhão, que estava no mesmo sentido, invadiu a pista, entrando na faixa de direção da motocicleta, que não conseguiu parar a tempo e acabou colidindo. A vítima caiu e foi para debaixo do caminhão", diz trecho do boletim de ocorrência.

? Clique aqui para seguir o canal do g1 MT no WhatsApp

Fonte: G1

Comunicar erro
Agro Noticia 728x90