InfoJud 728x90

Engenharia Elétrica: laboratórios de ponta fortalecem formação dos alunos

Por Redação em 14/01/2021 às 14:28:35

Atividades práticas realizadas em laboratórios de alta performance preparam os alunos para lidar com experiências do mercado de trabalho São mais de 20 laboratórios com foco na aplicação do conhecimento na área de Engenharia Elétrica.

Delfina Rocha

A prática faz parte do processo de aprendizagem de qualquer habilidade, principalmente quando se trata de uma área relacionada à tecnologia. Pensando nessa primazia de ensino, o curso de Engenharia Elétrica da Universidade de Fortaleza, instituição de ensino da Fundação Edson Queiroz, possibilita experiências de prática em laboratórios de alta performance aos seus alunos durante toda a graduação.

De acordo com o coordenador Bruno Almeida, ter acesso a esses ambientes práticos durante a trajetória acadêmica é primordial para formação profissional do estudante, pois ele estará mais preparado e se sentirá mais confiante ao ingressar no mercado de trabalho. “Um dos diferenciais da Unifor nas aulas práticas é trabalhar com turmas pequenas, proporcionando, assim, que os alunos usem os equipamentos sem ter que ficar revezando com muitos colegas, o que torna sua experiência mais produtiva e enriquecedora”, explica o docente.

Reforçando a importância da experiência prática, Bruno também aponta as visitas técnicas como experiências relevantes para formação do engenheiro. O curso organizava, antes da pandemia, visitas a fábricas de tecnologia, usinas geradoras de energia, subestações e grupos geradores.

Estrutura e equipamentos de ponta

A graduação em Engenharia Elétrica da Unifor dispõe de mais de 20 laboratórios com foco na aplicação do conhecimento acadêmico no mercado de trabalho. Dentre eles, estão os de circuitos elétricos, instalações prediais e máquinas elétricas, equipamentos elétricos, eletrotécnica e luminotécnica, eletrônica analógica, industrial, sistemas digitais, eletromagnetismo, Controladores Lógicos Programáveis (CLP) e informática.

O coordenador do curso explica que o estudante tem contato com softwares muito utilizados na indústria:

Proteus, Orcad e PSIM para simulação de circuitos elétricos e eletrônicos;

Matlab com acesso às suas toolbox para aplicação em diversas áreas da engenharia;

LEAP, para planejamento energético, com atributos de cálculo de emissão de poluentes;

Altium Designer, uma ferramenta poderosa para o desenvolvimento de placas de circuito impresso;

PVSYST para projetos de sistemas fotovoltaicos.

“Além dos softwares, os alunos têm acesso a laboratórios e práticas pelo campus da Unifor que vão desde testes com conversores eletrônicos de potência, instalações elétricas, testes de malhas de aterramento, análise de qualidade de energia, a ensaios com máquinas elétricas (motores)”, ressalta Bruno. O curso ainda conta com equipamentos como termômetro, megômetro; microhímetro; medidor TTR; analisador de energia e muito mais.

Clique aqui e veja a relação completa de equipamentos dos laboratórios da graduação em Engenharia Elétrica da Unifor.

Corpo docente qualificado

De acordo com o professor Bruno, o curso de Engenharia Elétrica da Unifor possui um corpo docente constituído somente por mestres e doutores, muitos deles atuantes ou que já atuaram no mercado de trabalho ou de pesquisa. Esse fator acadêmico é de grande relevância para proporcionar ao aluno uma experiência rica, tanto do ponto de vista teórico quanto prático da profissão.

“Este perfil docente é importante pois traz uma visão acadêmica junto com uma experiência profissional. No corpo docente, temos desde professores que fizeram doutorado no exterior até professores que trabalharam em grandes projetos atuando como engenheiros eletricistas”, conclui o coordenador.

Pensando em cursar Engenharia Elétrica?

Confira aqui as novidades e vantagens que a Unifor preparou para você estudar em uma das melhores Universidades da América Latina e ser um profissional renomado na área de Engenharia Elétrica. Inscreva-se gratuitamente no Processo Seletivo 2021.1!

Fonte: G1

Comunicar erro
Agro Noticia 728x90
Coronavirus 728x90